Sobre meu ser...

"Quando lhe faltar razão, que enfim fale o coração".
(Hélio Flanders)

sábado, 26 de novembro de 2016

Carta III

Não vou contar a quantidade de cartas, possivelmente essa seja a última.

Quando todas as luzes da casa se apagam, toda a saudade que passei o dia tentando esconder me encontra, que todos os acontecimentos do meu dia são uma simples distração, que não me faça lembrar desse tempo que eu não mais te vi.
É assustador pois esse vazio não pode ser preenchido com a sua presença, fico imaginando montar campana na tua porta, sacar o telefone e te ligar sem pensar, só pra te dizer que não importa, eu sou essa saudade de você.

Carta II

Estou te escrevendo mais uma carta não sei porque...

Passei na frente da tua casa ontem, quando percebi que o trajeto me faria ver de novo esse lugar deu vontade de gritar pro motorista do táxi desviar o caminho, a voz não saiu, fique imóvel naquele banco detrás, meus olhos varreram minuciosamente o que estava ao redor, faz mais de um ano da última vez, tudo está quase intacto, a ruazinha, a árvore, o centro espírita, a padaria, nada mudou...
Em pensar que durante tanto tempo tudo que eu quis foi pertencer a esse lugar, a desimportancia dele agora deixou meu coração pesado, como eu estava sendo burra em querer estar do teu lado, porque eu não disse "não" antes de me apegar, fui descuidada, tu foi o aprendizado mais doloroso da minha vida.


Carta I

Essa carta é sobre saudade...

Olha, meu corpo e mente não aguentam mais lutar, eu infelizmente não sei desistir, até mesmo quando não existem mais armas ou motivos pra continuar, tu não sabe, tu nunca soube como é estar no meu lugar, do lado de cá tento imaginar a tua realidade de agora, só de pensar minha cabeça dá um nó tão grande, meu coração aperta porque dificilmente vou poder desfrutar da tua companhia como antes.
De conversar, sentir teu cheiro, olhar no fundo dos teus olhos - quantas vezes eu quis me ver neles, ali já tinha entendido que nós não passaríamos daquilo, pode ser teimosia, necessidade de ser desafiada a todo instante. Tenho saudade dessa tua cabeça imensa sem um pingo de juízo, como eu só sou e sei ser assim estando contigo.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

-

Olha,
Talvez eu me afaste.
Eu quero muito ficar.
Mas tem essa vontade avassaladora de ir embora.
Antes que a ideia venha de você.
Não vou aguentar te ver partindo.
Meu coração já foi quebrado e colado tantas vezes...
Que não vai ter super bonder suficiente no mundo que consiga dar jeito.
Eu não sei te pedir pra ficar.
Só sei juntar os cacos, ficar de luto, chorar até desidratar.
Não que eu seja orgulhosa.
Te implorar pioraria tudo.
Seria triste que você não tivesse mais vontade da gente.

-

*
O meu melhor pra ti foi pouco
O teu pior pra mim
Era mais que suficiente
*


-

*
Aqui devia ser melhor
Aí eu tava tentando ser feliz
Se nenhum sucesso
*