Sobre meu ser...

"Quando lhe faltar razão, que enfim fale o coração".
(Hélio Flanders)

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

-

Fico pensando... Já pensou se a minha voz te alcançasse, e provocasse uma mudança tão (in)esperada. Enquanto a canção toca, de olhos fechados minha imaginação faz previsões do que poderia acontecer, nos poucos minutos tudo fica menor, perto do que ainda sobrevive imune ao tempo.
Talvez tenha ficado tarde demais, talvez eu esteja presa... Indefinidamente.






domingo, 17 de fevereiro de 2013

-

Dor de barriga é de saudade
Falta de sono é de saudade
Nostalgia é de saudade.
É que eu sempre sinto a tua falta.


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

-

Sou uma moldura onde os retratos mudam a todo instante.

(...)


domingo, 10 de fevereiro de 2013

-


Todo mundo tem alguém que conhece alguém que é amigo de alguém, e só eu não te conheço mais.

(...)


quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Changes

O documento do word em branco me assombra por muito durante o dia, escrever tem sido meu exercício em muitos anos, momento usado pra refletir e botar pra fora um bocado de pensamentos. A vida está passando depressa eu não estou conseguindo acompanhar seu ritmo, com uma porção de coisas me atropelando, me refaço e lá vem outra pancada.
Tenho necessidade de mudança, mas não estou falando do meu cabelo cheio de pontas duplas quase implorando por um corte, falo do que só eu enxergo e me perturbo antes do sono chegar, tenho meu travesseiro e umas canções deprê de testemunha. CORAÇÃO. VIDA. FUTURO.
Vislumbrar o dia de amanhã é como abrir a janela num dia nublado, enxergo mas não vejo nada. Tenho umas ideias estupidas que não vão vingar me aborreço passo pra próxima pauta, como se ao menos tivesse uma... Busco um sentido pra tudo, aonde cada pequena coisa irá me levar, e não leva. Os dias se repetem e eu só tenho um único pensamento: Preciso mudar.




(Uma canção pra ilustrar)
"So I turned myself to face me
But I've never caught a glimpse" ...

domingo, 3 de fevereiro de 2013

-


Está tudo muito misturado, o coração tem servido apenas pra me deixar viva, bate sem motivo.

(...)